sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Ovni Repsol Sines

OVNI COLOCA PETROQUIMICA EM ESTADO DE ALERTA

video



Refinaria Repsol ypf em Sines Alentejo Sul de Portugal.
Esta fábrica que trabalha com os mais variados produtos químicos como, Etileno, Propileno, Ácidos e outros de alta perigosidade.
Numa noite fria mas muito limpa onde se poderia ver com grande nitidez as estrelas surge um estranho objecto sobre a fábrica ás 05:00 da Madrugada a uma altitude não mais de 200 MTS do solo.
Como é interdito o vou de aeronaves no espaço aéreo sobre a fábrica e as companhias aéreas e força aérea saber desta norma de segurança.
A área do Etileno comunicou para com a portaria para se informaram o que era aquela coisa que se encontrava por cima da fábrica!
Os seguranças saíram á rua e ficaram estupefactos com o que estavam a observar!
Um ovni não acredito!
De imediato contactaram a segurança interna sobre este caso a qual a fábrica entrou em alerta por não saber o que seria aquele objecto e qual o perigo que poderia representar para as instalações.
Um dos operadores de segurança capturou estas imagens atravez de uma máquina fotográfica.
Para não falar das imagens captadas pelas cameras de vidio-vigilancia.
Este objecto emanava as cores inimagináveis podendo ser observado na cidade de Sines que fica a uns quatro km deste complexo petroquímico.
Este ovni ficou no cimo da fábrica desde as 05:00h até ás 07:00h da manha que ao iniciar a clarear a luz do dia este começou a levantar lentamente até desaparecer.
Foram duas horas de muita emoção na fábrica que deixou centenas de funcionários muito curiosos.
O mesmo objecto era acompanhado por funcionários da Refinaria Petrogal a poucos Quilómetros de distancia.
O mesmo tipo de objecto já foi observado em Abrantes, Barquinha, V.N Gaia, Faro entre muitos outros locais.


video

Foto capturada em Sines.
Avião em cima e em baixo objecto não identificado.

Nem tudo o que parece é...


Esta imagem foi muito controversa devido á falsa propagação de que se tratava de um Ovni, quando na Realidade um insecto que passou próximo.

MISTÉRIO DOS OVNIS/ OSNIS EM SINES

MISTÉRIO DOS OVNIS/ OSNIS EM SINES
Sines situada no Litoral Alentejano (Portugal) a 280 km a sul da Capital de Lisboa sobrelotada de indústria petroquímica pesada e de Refinarias derivadas dos mais variados compostos químicos e com o segundo maior porto marítimo de águas fundas da Europa!A área estudada situa-se na região litoral do Baixo Alentejo. Está representado na carta geológica de Portugal (folha 42-C Santiago Do Cacém) n dos serviços Geológicos de Portugal a geormofologia da região em estudo é constituída por uma planície litoral com uma largura que varia de 4 a 14 km, que desce gradualmente desde a costa 90-150m, junto á Serra de Grândola até ao mar.Sines tem uma diversidade variada de avistamentos, relatos e de surgimento de objectos voadores não identificados para qual as pessoas não encontram resposta e algumas no caso ignorando o fenómeno derivado do grau de céticismo elevado.Estes tem surgido aparentemente com a maior frequência na década de 80 não terminando mais até aos dias de hoje sendo possível com alguma atenção observar estes fenómenos na atmosfera com alguma regularidade.Maioria dos casos estes por sua vez tem uma rota de direcção de sentido cardeal Sul – Norte.São dos mais diversos relatos e avistamentos observados por parte mas mais inúmeras pessoas.Os pescadores locais que há muito que também observam este estranho fenómeno a termo de (osnis) que entram e saem das águas do Oceano Atlântico com uma naturalidade como se estes objectos estranhos de não compreensão por parte destas pessoas tivessem um sistema de facilitação de navegação que controla o peso da entrada e saída deste aparelhos desconhecidos nas águas movimentadas de Sines.Após alguma recolha de relatos e conversa com pescadores locais estes objectos já são observados á mais de quarenta anos nestas zonas!Mas provavelmente Sines não seria o único local com este tipo de fenómenos!Estes foram observados em inúmeros locais bem longe da costa de Sines onde estas águas são muito profundas e de algum modo poderiam proporcionar um bom abrigo e esconderijo não sendo permitido a estes objectos serem detectados por radar de eco pelos sistema de controle de tráfego marítimo por parte das entidades da Administração do Porto de Sines (APS).A APS entidade gestora do terminal portuário de desembarque petroquímico com o sistema de controlo de eco radar controla e verifica o movimento marítimo de todas as embarcações como navios de grande porte de carga geral podendo auxiliar outras pequenas embarcações como traineiras ou barcos de recreio.No caso de um OSNI poder mergulhar nas águas profundas da costa de Sines este não terá problemas na sua detecção por parte do eco radar que capta toda a camada rochosa no fundo do mar.O fundo da costa de Sines é composta por uma grande quantidade de formações xistosas do carbónio entre outras que são catalogadas como a maioria da era jurássica Cenozóico, Gabroy e Dioritos, Sienitoy e por fim jurássico.Desta forma com o sistema de detecção um osnis poderá passar por despercebido sendo confundido por alguma camada rochosa.Já fora das águas de Sines o fenómeno se estende por toda a costa desde Zambujeira do Mar até ás proximidades da Serra da Arrábida (Setúbal) onde estes fenómenos se manifestam das mais formas e feitios como chamando a atenção de alguns e assustando outros mais desprevenidos acabando por provocar em alguns casos um estado de alerta em algumas fábricas onde não é permitido o vou nessa zona de aviões militares ou civis.Estas por sua vez não entendendo o fenómeno ignorando este como se de uma estrela se passa-se!Mas muitas destas pessoas estão convictas que não são meras estrelas e que Sines têm alguma coisa que pode atrair os ovnis.Sines uma cidade já investigada por variados casos alguns bem recentes no que se refere a pesquisas de campo, recolha de informação prestadas pela população local que de alguma forma já comessa a despertar para estes fenómenos!Temos variados tipos de teorias sobre o surgimento deste fenómeno (o que estão fazendo qual a sua intenção para connosco)?Temos os investigadores que têm uma opinião que se refere ao estudo destes por parte do meio ambiente e que se preocupam e estudam a nossa natureza e a quantidade de poluição que libertamos nas águas, solo e na atmosfera etc.Geologia do ambiente de SinesA indústria petroquímica tem um grande impacto visual negativo no meio ambiente e paisagem natural, devidos a longas e complexas tubagens, ás instalações portuárias e ás refinarias.A concentração da indústria dá lugar a condições atmosféricas desagradáveis (contaminação do ar) e a falta de contacto com os elementos naturais (vegetação água, etc.).Na região de Sines a poluição atmosférica, devido á actividade industrial, apresenta dimensões de uma certa gravidade. As pressões existentes e a necessidade de salvaguardar o valor ecológico das linhas de água tornam premente a adopção de medidas de controlo de lixos, esgotos domésticos e efluentes industriais no sentido de evitar a rápida poluição das águas e consequentemente a contaminação dos aquíferos subterrâneos e respectiva atmosfera.Será este o motivo a que leva muitas pessoas e investigadores a julgar que os ovnis e seus tripulantes estão a estudar a nossa natureza!De algum modo faz sentido mas poderá não ser o mais plausível.Temos aqueles que defendem que ovnis / osnis podem estar se abrigando nas profundas águas de Sines.Sines tem o segundo maior porto da Europa mas este apresenta para todos os outros como sendo o de águas mais profundas.Desta forma investigadores não só em Portugal, mas também em países estrangeiros com águas profundas estão convictos que ovnis se escondem no fundo do mar como meio de protéção de não serem observados e estes por sua vez poderem estudar a flora marinha subaquática.São inúmeros os casos de avistamentos destes aparelhos que entram e saem das águas do Oceano Atlântico em frente a Sines Ou costa de Sines!A maioria destes avistamentos parte de zonas mais altas com uma boa visibilidade para o mar como o Cabo de Sines que é um dos pontos mais importantes para observações destes fenómenos, para não esquecer os que são observados no mar já longe da costa.Muitas pessoas que se interessam pelo estudo do fenómeno ou pela sua compreensão acreditam convictamente, que estes podem estar atraídos por um tipo de energia libertada pelas muitas e gigantescas fábricas locais!Muitos ufologos a nível nacional ou mesmo internacional falam que os ovnis tem um sistema de energia electromagnético que faz com que este se pósssa movimentar.Segundo uma investigação pela minha autoria, vim a fazer algumas descobertas muito significativas no entendimento destes objectos sobre Sines.Derivada á inúmera maquinaria industrial pesada estas produzem uma energia de rotação de alguns aparelhos, que criam por sua vez uma onda extra baixa HERTZ.Estas ondas têm interferência com a Serra local que têm um cruzamento com as mesmas ondas e as ondas naturais.Este cruzamento irá criar uma fricção que por sua vez irá funcionar como um sinal rádio imperfeito não entendivel como poderíamos ouvir num rádio doméstico!Desta forma este sinal é libertado para o universo de uma forma incógnita na sua direcção mas de uma forma tão potente que pode ser ouvida ou recebida por uma outra civilização que está no ponto de receptor e vir em busca deste sinal.Desta forma leva a crer a muitos investigadores que esta pode ser a chave do mistério ovni.Na minha opinião sou do mesmo critério.Já Bud Whitley Strieber fala deste tema no livro comunhão explicando o funcionamento destas energias e da sua origem e de como podem ser interpretadas.Sines é um local propício para este fenómeno visto ser uma zona de grande concentração electromagnética e o manifesto destes objectos voadores não identificados.Temos investigadores que têm uma opinião um pouco diferente em relação ao surgimento destes fenómenos.Já aqueles que estão ligados á área de estudo e entendimento da abdução crêem que estes objectos surgem com alguma frequência visto poderem estar a fazer alguma pesquisa abdutiva de desenvolvimento para a compreensão do genoma humano.Há muitas e diversas variedades de opiniões por parte das pessoas, mas qual delas se encaixa mais á realidade e ao entendimento, por parte das nossas capacidades humanas?Desta forma não temos grandes lógicas de compreensão por parte do ovni a onde a única coisa que sabemos é que não é certamente humano!Também não poderemos afirmar que sejam na realidade extraterrestres, quando poderão ter uma origem de intraterrenos entre outras novas teorias.Estes fenómenos na cidade de Sines podem ser observados por qualquer pessoa e tirar as suas próprias conclusões deste critério do fenómeno ovni.

Texto por – Nuno Alves – Sines




Processamento das ondas hertz em Sines
Estas energias libertadas do seu ponto original, têm a sua propagação através da atmosfera que se prolonga até um ponto de recepção!Caso esta encontre no seu percurso uma Serra ou Montanha estas ondas poderão ter um retorno por influência da geografia local que ao cruzar com as outras ondas electromagnéticas criam fricção que origina um choque em cadeia destas entre si mesmas!Estes choques entre estas energias com dois pontos A e B ponto A de onda energética com partida de uma área fabril por ex. Ponto B Recepção (tipo Serra) possibilidade de receber as ondas electromagnéticas como de as enviar de volta se o ponto B for de uma altitude mais elevada que o ponto A.Ao existir um cruzamento entre estes dois pontos com estas energias cria-se o ponto C que é o local de maior concentração de fricção energética existente que derivado ao estado do solo se for pobre esta energia pode ser projectada para a atmosfera se tornando num emissor, transmissor.Esta ao ser projectada para a atmosfera pode ter inúmeras formas como a de uma onda rádio HERTZ que podem ser emitidas como um ponto ou sinal emitido para o universo.Segundo cientistas ufologos ou ovniologos, acreditam convictamente que os ovnis são atraídos por este tipo de energia que se deslocam aos pontos A, B e C criadores deste efeito parabólica emissor, transmissor.Toda a fauna local, mineral e a posição de serras ou mesmo montanhas podem contribuir neste sistema natural de efeito parabólica que é o caso de Sines que é rodeada pela Serra de Grândola que se estende até ao Cercal do Alentejo!Estes sinais de origem natural enviados para a atmosfera espásso ou universo, podem ser emitidos e recebidos com uma frequência extra baixa de tal modo que não é muito bem compreendida pelo homem mas que pode ser entendida por outra civilizações ou ocupantes de um ovni.O maior exemplo vem dos animais!Os animais tanto domésticos como selvagens sentem as catástrofes naturais muito antes destas surgirem prevenindo-os para a sua própria segurança.Os animais recebem estas ondas que a natureza provoca mas que o homem não tem capacidade de recepção das mesmas.Desta forma os ovnis podem receber estes sinais e virem e busca por a terem recebido ou por estas energias interferirem com os seus equipamentos de navegação.Tudo se enquadra, num estudo por uma melhor investigação que é desconhecida pelo homem ou parte dela!
As ondas electromagnéticas de baixa frequência de grande densidade têm, por sua origem como ponto inicial de partida em grandes complexos fabris cidades e até mesmo nas grandes centrais nucleares!Todos os locais que recebam uma grande quantidade de energia eléctrica para funcionamento dos seus equipamentos ou maquinaria eléctrica em rotação estas irão criar uma outra energia da qual não temos utilização a que chamamos por energias electromagnéticas!Por sua vez estas ondas em conjunto com o relevo local tipo (Serra ou Montanha) podem interferir na projecção destas cargas energéticas.Se existir fricção entre as energias libertadas por áreas industriais e estas tiverem um cruzamento com as energias que tenham sido reflectidas pela Serra ou Montanha estas terão um efeito das ondas hertz que por sua vez são emitidas para a atmosfera ou até mesmo para o um ponto ou lugar do universo como um sinal rádio de baixa frequência.Em variadas investigações dos mais variados grupos de investigação ovni em todo o mundo, estes objectos voadores, têm vindo a ser observados com maior frequência em locais exista esta energia electromagnética!A maioria dos relatos mencionam alturas do ano em que pontos do planeta ou países são mais quentes ou tropicais.È nestas alturas do ano (verão) que as ondas hertz ficam com maior densidade devido há menor interferência do vento e á dilatação do aumento das partículas moleculares provocadas pelo calor!No Inverno estas ondas são de densidade mais baixa (fraca) mas se o tempo, for seco e frio com pouca humidade, terá uma outra reáção de energia (electrostática) que poderá influenciar também a atracão dos ovnis.Não se sabe ao certo que tipo de energia alimenta estes objectos voadores não identificados, mas estas são as fortes possibilidades, de fonte de alimentação, para estes objectos voadores.Uma outra questão é estes receberem estas energias como sinal de uma frequência extra baixa e virem em busca da sua fonte natural para entenderem o por, quê do seu envio ou mesmo em resposta desta!São factores muito importantes, estes dados quando se trata de desmistificar o fenómeno ovni e se entra nas energias electromagnéticas.A fricção entre energias de baixa frequência aumenta a capacidade, das suas propriedades para criarem inúmeras e variadas formas onde interferem também com a natureza.Estes pontos de observação estão todos ligados a observações feitas destes objectos junto ou perto de fábricas ou em locais onde exista muito este tipo de energia.Após uma conclusão o por quê destes surgirem com inúmera frequência neste locais, levou a este questionário e investigação!Sines liberta uma quantidade de energia muito elevada podendo abastecer todo o sul de Portugal.Lembremo-nos que esta localidade é de um grande impacto ambiental derivado da sua poluição atmosférica que se estende um pouco para as águas do mar!As energias libertadas são de uma densidade tão elevada derivado das fábricas, Refinarias petroquímicas, Central eléctrica, Cimênteira, Euro resinas, Carbogál, Metal Sines, Pétrogál, Repsol ypf entre outras inúmeras fábricas industriais.È destas fábricas que se têm a origem das ondas electromagnéticas, que se estendem para a Serra de Santiago do Cacém que faz um pequeno arco em redor de Sines fazendo desta forma um efeito parabólica que é excelente para uma concentração de energia e lançamento destas.Muitos dos ovnis, que surgem são observados perto ou junto a complexos fabris, que por sua vez estes ficam maioria do seu tempo estáticos (imóveis).Outros podem ser observados perto da cidade de Sines, mas na área do mar, onde são vistos de terra mas observados pelos pescadores com melhores detalhes.Maioria dos avistamentos 90%destes são observados durante a noite derivado ao seu brilho (Luz intensa) e convulsões e mudanças de cor, entradas e saídas das águas do mar.Os ovnis observados durante a luz do dia são mais difíceis de observar, onde são captados por máquinas fotográficas que depois de se colocar estas no computador ou se revelarem podem ser observados pequenas esferas de cor cinzentas a que chamamos de sondas!As sondas funcionam da mesma forma que as nossas sondas terrestres que têm a função de captar informação e transmiti-la e vigiar o que se pretende vigiar.Estas são observadas também durante a noite mas com uma tonalidade diferente onde estas já apresentam maioria das vezes alguma luz produzida por estas (luz própria)!A maior questão e dúvida para investigadores é: - será realmente a energia electromagnética provocada pelas fábricas que atraem os ovnis!Esta é a grande dúvida de ufologos e investigadores para não falar das pessoas que observam estes fenómenos. Por inúmeras das vezes se tiram fotos em pontos não distintos nas áreas com maior densidade de electromagnetismo e estas fotos depois de instaladas em computadores e previamente analisadas revelam alguns segredos para o mundo da ciência e ufologia.São observados pontos para qual o mais leigos revelaria que seria sujidade da lente da maquina fotográfica, mas não!Todas as fotos recolhidas são muito importantes cada uma tem uma historia a revelar e deve ser muito bem analisada e estudada embora maioria dos casos nos limitamos a ver uns meros pontos negros.Reparem na foto em baixo que foi tirada no ponto mais alto da cidade de Sines junto dos moinhos de energia Heólica, um dos pontos onde existe uma grande concentração de energia electromagnética e muito inóspita onde nem as aves circulam derivado ao movimento das pás destes gigantescos moinhos de vento.
Nuno Alves

DE ONDE VEM OS OVNIS?

DE ONDE VEM OS OVNIS?
A grande duvida da humanidade sobre a origem dos discos voadores e seres alienígenas e um mistério total em real segredo por desvendar!Investigadores como os Russos Sérge Bozich e Vladimir Azaza acreditam que estes ovnis viajantes do universo são oriundos de Titã o maior satélite de Saturno.Após uma investigação da vaga ovni na Rússia cidades de Petrozavodsk, Pyatigorsk e Nizni em Setembro de 1977.Foram registados mais de 200 ovnis durante 3 anos a sobrevoar estas cidades e seu deslocamento por parte de controladores aéreos e pelos populares e astrónomos se dava em direcção do planeta Saturno!Mas que obviamente este planeta seria impossível ser habitado derivado dos seus compostos atmosféricos (gases).A única ipotese seria o seu satélite Titã que parecia ter a atmosfera e as dimensões adequadas!Por uma notável coincidência quanto a sonda espacial americana Pioneer 11 chegou ás proximidades de Saturno no dia 2 de Setembro de 1979 conseguiu transmitir fotografias magníficas desse planeta e dos seus outros satélites mas curioso foi quando passou ao lado de Titã a transmissão foi bruscamente perturbada por um ruído de fundo terrível como se alguém ou os habitantes daquele satélite quisessem impedir-nos de fotografar as suas cidades e as suas instalações interplanetárias.Por este motivo estes investigadores acreditavam e continuam acreditando que Titã pode ser habitado por uma civilização com aparência muito semelhante á nossa mas que efectivamente bem mais avançada que saberia reconhecer imediatamente uma nave interplanetária vinda da terra para investigação espacial.O satélite Titã com um diâmetro de cerca de 5600 km ligeiramente superior ao do planeta Mercúrio parece ter água e uma atmosfera idêntica á nossa e um solo que contem isótopos de hidrogénio e de hélio que poderão funcionar como um composto de combustível.Desta forma este satélite de Saturno tem todas as condições para ser habitado e matem as condições para reabastecimento energético de ovnis!Algumas fontes da NASA acreditam também que Titã pode e provavelmente é o ponto de partida de todos os ovnis que nos vemos agora e talvez mesmo nos nossos antepassados que foram observados desde á milhares de anos.Titã encontra-se a cerca de 1,2 milhões de quilómetros de Saturno e a 1200 quilómetros do planeta AZUL TERRA.A luz demora portanto um pouco mais de uma hora a percorrer a distância ente Titã e a Terra e não seriam necessárias mais de duas semanas para uma máquina interplanetária percorrer essa distancia a uma velocidade trezentas vezes inferior á da luz isto é apenas 1000 km por segundo o que parece estar na ordem das coisas possíveis para uma civilização muito mais avançada que a nossa!Além disso os cosmonautas Russos receberam também sinais de rádio que parecia de alguma forma vir da direcção de Saturno quando observavam ovnis junto da Lua.Estes sinais supostamente seriam destinados aos ovnis observados naquele suposto momento!Maurice Châtelain investigador Francês explica que estes sinais podiam ser emitidos por uma espécie de rádio-farol que lhes permitia regressar automaticamente á sua base de partida sem qualquer sistema de navegação.É possível que esses astronautas de Titã tenham instalado um semelhante na terra por exemplo na cinta equatorial de onde Saturno é sempre visível a fim de poderem ai regressar facilmente quando quiserem e sempre sem um sistema de navegação.Seria suficiente para estes astronautas possuir uma antena de quatro elementos justapostos cujos sinais recebidos seriam continuamente comparados para se não perderem nunca da direcção exacta da frequência do rádio-farol.Este processo é muito simples e utilizados pelas nossas agências espaciais para seguir as nossas sondas exploradoras espaciais e saber o sítio exacto onde elas se encontram e para onde se deslocam consoante as coordenadas programadas.Este é um forte mistério a qual muitos investigadores acreditam convictamente desde 1954 e continuam lutando e investigando todas as situações recolhidas de fotografia por parte das sondas da NASA.Tem uma forte esperança de encontrar uma imagem de uma cidade ou de alguma pista de vida naquele satélite Titã de Saturno.
Matéria e compilação investigada e elaborada por Nuno Alves.Baseado nas investigações de (Maurice Chatelain França), (Serge Bozich e Vladimir Zaza Rússia).Após a leitura de alguns livros sobre o tema ovni foi possível reconciliar ambos os casos que falam do satélite Titâ de Saturno.
Nuno Alves - Pesquisador de Portugal

Sines 2007


Algumas imagens de ovnis

CLASSICO DA OVNIOLOGIA PORTUGUESA

CLASSICO DA OVNIOLOGIA PORTUGUESA

Este caso aconteceu no Alentejo Sul de Portugal á já muitos anos e se remota nos contos dos populares sobre este caso insólito!
Num verão quente nas zonas de (Mimosa e Alvalade do Sado)
Se encontrava um pastor que estaria indignado com o desaparecimento de alguma ovelhas durante a noite julgando se tratar de uma raposa que estaria a mutilar o seu rebanho.
Durante a noite o pastor após o jantar resolve fazer uma vigília para matar a raposa!
Este pega na sua arma e sua motoreta (moto 49 cc) e se desloca á taberna ali próxima de casa para beber um cafezinho antes de tomar a viagem.
O rebanho ficava durante a noite no meio do mato dentro de uma cerca com protecção em rede onde no centro ficava uma árvore (Chaparro) que produzia sombra e protegia as ovelhas do sol.
O pastor durante a viagem se sentia estranho como se alguma coisa o incomodasse não sabendo o quê!
Pouco depois um senhor se desloca a casa do pastor para falar com este, mas que é informado que ele tinha ido á taberna para depois seguir para junto do rebanho na esperança de abater a raposa ou animal causador da morte de algumas das ovelhas.
Este se dirige á taberna mas sem qualquer resultado pois o pastor já tinha ido embora.
Quanto ao pastor ao chegar junto das suas ovelhas e se sentar por baixo da árvore com a sua arma reparou que as ovelhas estavam estranhas e muito agitadas se pondo em posição com a sua arma para atirar a qualquer momento assim que avistasse a raposa.
Pelo caminho se deslocava o outro indivíduo na sua viatura que queria falar com o pastor!
No entanto com a tanta agitação por parte do rebanho uma forte luz maior que a árvore acende por cima desta provocando o pânico geral tanto das ovelhas como do pastor iluminando toda a área em redor parecendo que estava de dia!
Esta luz muito forte que parecia cegar a vista a qualquer pessoa sobe a uma velocidade vertiginosamente na vertical não tendo qualquer ruído e desaparecendo no céu nocturno.
O pastor com o tanto medo que teve nem tempo teve para pensar em usar a arma!
Apenas se limitou a olhar petrificado e aterrorizado para aquele caso insólito e para alem da sua compreensão.
Mas após o desaparecimento deste ovni o pastor apenas teve tempo de pegar na sua motorizada e fugir dali para fora se deslocando para a Aldeia para sua própria segurança.
Kms á frente e já bem perto dele vinha o individuo no carro para falar com o pastor que acabar de cruzar com o pastor que seguia na sua motorizada a uma velocidade elevada já no sentido da aldeia.
O pastor ao chegar na taberna conta aos presentes o que lhe acabara de surgir estando num estado muito enervado e amedrontado.
Todos começaram a gozar com o pastor alegando que os ovnis não existiam que ele deveria ter imaginado coisas!
Mas convictamente o pastor que era pela população uma pessoa séria e muito humilde e amigo de ajudar e homem de trabalho confirmava que o que lhe acabara de acontecer era a mais pura verdade.
Mas mesmo assim não acreditaram na sua versão.
Pouco depois entra na taberna o senhor que tinha indo em busca deste e que pergunta em voz alta!
Que coisa era aquela que subiu para o céu com uma velocidade enorme?
Passou por mim nem parou e eu farto de fazer sinais de luzes ia ao seu encontro!
O pastor apenas respondeu que só queria sair dali e que não sabia o que seria aquela coisa!
Quando os restantes elementos presentes na taberna riam (foi um ovni eh)
Estão a ficar todos malucos, alegaram as pessoas na taberna.
Entretanto a realidade seria bem diferente!
Não se sabe se as ovelhas mutiladas seriam obra do ovni ou de algum animal selvagem!
O pastor acabou por cair no ridículo pelas pessoas que não entendiam os ovnis e na ignorância dos investigadores na altura.
Tendo sido um caso famoso que não foi explorado e investigado derivado da polémica para com o pastor.
Desde então nunca mais desapareceram ovelhas do seu rebanho.

Texto de investigação por
Nuno Alves

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Técnica de Fotografia para Ovnis

Uma das minhas técnicas de fotografia é tirar fotos para o infinito nas mais variadas direcções paisagísticas e até mesmo para o céu.
Depois de ter as fotos necessárias é só passar para o computador por USB, e verificar cada foto com a máxima precisão, em busca de anomalias nas imagens apresentadas.
Esta é uma técnica que me foi ensinada e que tem resultados positivos, embora apareça uma anomalia em cada 100, fotos registadas.
Eu tenho a teoria de que as câmaras fotográficas captam objectos e fenómenos que os nossos olhos não vêm!
Mas não sou o único a ter esta ideia pois existem mais pessoas com a mesma teoria, inclusive uma revista espanhola que tem apostado bastante nesta matéria onde tem recolhido bastantes fotografias onde constam estranhos objectos e figuras de que as pessoas ou fotografo confirma não ter observado durante o processamento de imagem.
Existem várias técnicas de manuseamento de fotografia, que é uma mais valia para os nossos trabalhos ufologicos.
São muitas as imagens que tenho recolhido com esta técnica e trabalhos elaborados ao longo dos anos.
O conselho que dou a todos é de experimentar esta mesma técnica e passar para computador, analisar cada imagem rigorosamente bem e ver os resultados.
Nem sempre aparece de imediato uma figura estranha nas fotos, em determinadas situações leva bastante tempo a capturar uma destas imagens.
Para captar tais figuras ou imagens, aconselho locais onde exista alguma evidência ou movimento Ufológico.


Nuno Alves
Ufo_Portugal

Jornal de Sines na Rota dos Ovnis 07/09/2007

Jornal de Sines na Rota dos Ovnis 07/09/2007
Sines na rota dos objectos de BI desconhecido.
A associação de “Sines” a “ovnis” no motor de busca “google” gera de centenas de registos.
No terreno o Noticiário de Sines falou com estudiosos na matéria e ouviu relatos e teorias que balançam entre extremos.
O da euforia de quem não dúvida que Sines é o centro da evidencia de objectos desconhecidos no país e as reservas doa que encaram o tema de forma mais desapaixonada.

Ana Marques
“Sines é a Meca do ovni em Portugal”.
A frase sai sem qualquer engasgo para Nuno Alves.
Não lhe restam dúvidas.
Porque?

Porque ele próprio é a testemunha e narrador de uma série de observações de fenómenos aéreos “estranhos”na região, que vai registando e analisando com o rigor possível.
Estuda Sines desde o ano de 2000, os suficientes para conseguir apresentar uma teoria de sua autoria que poderá ajudar a explicar porque é que os céus do concelho são tão propícios a avistamentos de objectos não identificados.
“Penso que está relacionado com o caso de outros países ou regiões como os Andes, que trabalham muito com redes energéticas e barragens. Se formos ver Sines Sob Satélite, vemos que é uma antena parabólica gigante.
Temos as fábricas que geram energia electromagnética, que se expande, embatendo na Serra e é devolvida”.
Depois, prossegue o raciocínio sem interrupções, dá – se uma “fricção” que “provoca ondas hertz” e que “criam um canal de transmissão”, que poderá ser o “chamariz” dos tais objectos.
Sim e Não. São estes os polos que caracterizam que Nuno Montez da Silveira, Presidente da Sociedade Portuguesa Ovnilogica (SPO), faz sobre a anunciada posição de relevo de Sines na rota do fenómeno ovni em Portugal.

Se é certo que o conselho é referenciado no meio – a Revista brasileira UFO fez capa em 2006 com o artigo Ufos em Portugal e a Internet tem centenas de artigos sobre o assunto – há a importância. “O que posso dizer é que Sines e o Litoral tem uma incidência maior de observações ovnis do que o interior do país, mas também é onde há maior concentração de pessoas e muitas no interior ainda não tem acesso á Internet, nem conhecem as associações”, avança. Além disso, o Presidente da SPO levanta dúvidas quanto á credibilidade das estatísticas apresentadas para Sines, dado que as mesmas resultam em grande parte, de uma única pessoa Nuno Alves.

O sítio da Associação de pesquisa Ovni (APO) cita em diversas situações as convicções de estudiosos residente em Sines mas, ainda assim, assume com algumas reservas o Rotulo que foi colocado pelo seu presidente da APO, Luís Aparicio, fez notar que para se “considerar um avistamento qualquer há a necessidade de haver várias testemunhas e, nestes casos, só temos o Nuno Alves a reportar portanto, não há certezas”.
O Litoral segundo o responsável, é muito mais rico em visitas de (Osnis)
, desde a ponta de Sagres à Ericeira, sem esquecer a Arrábida, Outão, Guincho e Sines.
“Podem ser civilizações que têm bases aqui mas também podem viver por debaixo de nós” teoriza.

A DUVIDA OVNIPRESENTE

“Tenho notícias fresquinhas, um video de mais “um que via a 3 de Agosto”.
Foi assim que Nuno Alves anunciou a sua mais recente descoberta, desta vez para os lados do Porto de Sines, quando se encontrava num navio de gás.
O vidio está alojado no “You Tube” e é mais um elemento que se junta à lista de cerca de duas dezenas de avistamentos.



Há, no entanto, episódios que relembram com maior empolgamento (ler também casos que desafiam a Lógica).
A 11 de Abril de 2005, dois aviões da Força Armada Portuguesa ultrapassaram a barreira de som em auxilio de um outro que estaria em dificuldades de comunicação, provocando um grande estrondo, semelhante ao barulho de explosões, audíveis em Sines, santo André e arredores.
O caso nada teria de que ver com ovnis, não fosse o facto de muitos duvidarem das explicações oficiais dadas na altura.

A história lê – se ainda hoje no Sítio da APO e Nuno Alves defende que se tratou de uma perseguição feita pelos militares na ânsia de capturar objectos não identificados.
Dois anos antes, na Borealis (actual Repsol), deu – se mais um fenómeno que não lhe passou despercebido e que catalogou como um dos “melhores”.
Um estranho objecto permaneceu junto a uma das chaminés da fábrica durante cerca de duas horas, os funcionários, segundo consta não encontraram explicação plausível para o assunto, até porque ali, vinca, “o voo está interdito”.
O filme da ocorrência, alegadamente, feito por um dos seguranças, e a que o Noticiário de Sines teve acesso, mostra um pequeno ponto branco e brilhante em movimentos incertos, mas que ninguém parece lembrar – se da situação.

video

O Noticiário de Sines acertou diversos contactos com funcionários da empresa mas os comentários sempre negaram a lembrança de qualquer história do género.
Porem o vídeo acima prova o contrário destas faltas de amnésia.

Também sem correspondência está um relato que data de 12 de Junho de 2005 e envolve dois agentes da GNR do Posto de santo André.
Para investigar mais sobre Sines, considerado “um laboratório de pesquisa ovni” Luís Aparicio e uma equipe que o acompanhava decidiu sondar as autoridades.
A ação, segundo se lê num artigo escrito por si e publicado no sítio da APO, deu resultados, uma vez que os dois militares acabariam por confessar ter visto “mais de 30 objectos de três em três minutos” e um outro “com cerca de quatro metros de altura “ lançava “chamas” na parte superior.
Neste caso, os dois agentes desmentiram categoricamente ao Noticiário de Sines a veracidade dos conteúdos publicados.
“Aproveitou – se da situação”, lamenta o Soldado Pedro Canheto que confirma a presença do Presidente da APO no posto e a troca de algumas impressões, mas que recusa liminarmente ter feito relatos pessoais ou desenhado ovnis num relatório.
Luís Aparicio, por seu lado, diz não ser “compreensível que agora queiram desmentir” a um órgão de comunicação social, mas que garante se “tudo verdade”.
As contradições são de resto muito frequentes quando se fala de situações que fogem à realidade comum e o pudor social é um dos argumentos avançados pelos ovnilogistas, estudiosos ou curiosos para explicar a tendência.
Quem acredita ter visto um objecto não identificado, ou passado por experiências extraterrestres (como é o caso de abdução), muitas vezes não tem coragem para assumir ou partilhar com alguém sob pena de ser considerado desequilibrado.
Muitas vezes temos que usar pseudónimos para que o artigo vá para a frente porque as pessoas não querem dar o nome devido ao preconceito da sociedade, evidencia Luís Aparicio.
Sílvio G., que diz já ter visto alguns ovnis (ler também “acredito porque já vi muita coisa”), dá o exemplo pessoal de quando era criança: “Para não passar por maluco, só falava disso com um ou dois amigos que se interessavam por esse tipo de coisas”.

INVESTIGAÇÃO CASEIRA

Perceber se sabe o que é um hidroavião, um avião planador ou um dirigível, se está atento às novidades da aeronáutica militar dos Estados Unidos, se tem medo do desconhecido ou é sugestionável são apenas algumas das perguntas que integram o primeiro grupo do questionário geral da APO distribuído aos interessados em relatar algo diferente.
As restantes secções pedem informações detalhadas sobre o local e tipo de avistamento e terminam com uns métodos científicos para determinarmos se foi, ou não verdade.
A informação de cada um e as sinergias geradas entre profissionais de diferentes ramos do saber são, por norma os grandes instrumentos da investigação de quem quer saber mais sobre o fenómeno.
Na Sociedade Portuguesa de Ovnilogia existe “uma equipe transdisciplinar”, composta por físicos, químicos, biólogos e pessoas ligadas aos controladores aéreos e á aeronáutica e que muitas vezes, dão informação pela porta do cavalo, reconhece Nuno Montez da Silveira.

Os programas de tratamento de imagem são também muito utilizados por grupos e mesmo indivíduos que com a formação adequada conseguem inserir filtros e adicionar colorações para tentar despistar anomalias fotográficas.
De resto Utilizam – se os tradicionais instrumentos da ciência, como a bússola ou telescópio.
Os mais sofisticados , esses, ainda não são acessíveis à maioria dos Ovnilogistas e curiosos e além disso dizem, é preciso que as mentalidades também acompanhem a evolução.
Nuno Alves, vai continuar a sua batalha e tem na carteira projectos para Sines, onde se inclui uma exposição alusiva ao tema ovni, a nível mundial e local e a criação de uma associação na cidade de Sines pode ser explorado ao nível turístico nesta área porque á muitas pessoas que se interessam pelo tema e se deslocam ao Brasil onde há evidencia ovni para fotografar e ver com os próprios olhos.
Em Sines ainda é mais fácil!
Defende Nuno Alves. “E já que Sines é um dos pontos mais importantes do país, por que não começarmos a explorar o que é nosso?”.

VOCABULARIO BÁSICO
OVNI – objecto voador não identificado
OSNI – objecto submarino não identificado
UFO – termo internacional utilizado para
Identificar objectos voadores não identificados
Cuja sigla significa “unidentified flying object”
ABDUÇÃO – rapto ou sequestro de seres humanos por
Ocupantes de ovnis.

CASOS QUE DESAFIAM A LOGICA

2007/ entre Azinheira de Barros e Canal Caveira
Observação de uma esfera prateada que rodava entre si, com deslocação rápida, com cerca de um a dois metros.
Autoridades receberam dezenas de chamadas a relatar o acontecimento.

2005/ Sines
Observação de um objecto aéreo do tipo tubular, com luzes na parte de baixo, que emitiu flashes.

2003 / Borealis, Sines
Observação, filmada, de um objecto aéreo brilhante que se manteve junto a uma das chaminés da fabrica entre as 5 e as 7 da manhã.

1998 / Entre Alcácer do Sal e Torrão
Observação de objecto aéreo com uma identificação semelhante a um charuto, uma massa de luz, que não emitiu qualquer som e se deslocou à velocidade do vento.

Não pensei em extraterrestres.
Sai de casa e vi uma luz diferente das outras, parecia uma estrela com muitos bicos, grande.
Disse não se movimentava, não é uma estrela igual ás outras, Sol não podia ser…”
A luz era tal e qual a do Sol, mas com vários raios á volta. Chamei o meu marido para ver, era fora do normal.
Depois passado um tempo aquilo parecia que não estava bem fixo ao céu, estava mais… perto. Entretanto fui chamar a minha vizinha para ver também e desapareceu, mas mais ainda esteve uns cinco minutos.
Não me assustei nada, nunca pensei que fosse um ovni.
Pensei numa estrela diferente!
Depois houve outras pessoas que realmente também viram, inclusive um casal que vive num monte.
Se acredito em Ovnis?
Bem … aquilo era qualquer coisa de diferente, mas naquele momento não pensei em extraterrestres.

Soledade Santos, 58 anos comerciante, Sines.

SE AQUILO PARASSE, FUGIA!
Em São Torpes, talvez em 1994, estava a experimentar um carro, era cerca da Meia-noite, quando parei por detrás do café para urinar.
Foi nessa altura que ouvi um barulho estranho pareciam umas latas a bater umas nas outras, ia rodando e por baixo haviam luzes de várias cores a acender e a apagar.
Ás tantas passou mesmo por cima de mim, e apareceu – me que ai já vinha mais baixo, mais ou menos a uns cinco metros. A configuração faz lembrar aqueles cogumelos abertos.
Tudo se passou em cerca de meio minuto.
Achei aquilo engraçado, era realmente bonito. Pensei afinal tenho oportunidade de ver uma coisa destas!
Se aquilo parasse naturalmente fugia!
No outro dia fui comentar isso no banco e foi quando me disseram que outras pessoas também tinham visto.

António Messias, 58 anos, Taxista, Sines.

Nesta matéria saiu a capa da Revista UFO VIA, N-º 3 Abril de 2006 “Sines Capital dos Ufos Em Portugal, e destaque á Revista Ufo referente á matéria de 2006 Ufos em Portugal.


Um Português contactado por outras civilizações

Um Português contactado por outras civilizações

O Sr. Francisco pessoa de 54 anos residente em Loulé (Algarve), casado e pai de dois filhos e empresário.
O Sr. Francisco conta que as suas primeiras abduções ou contacto tiveram início em 1986 e desde então nunca mais pararam até aos dias de hoje.
Inicialmente o medo seria normal pois haviam seres tipo Greys uns bonitos e outros mais medonhos, uns teriam uma estatura pequena e outros alta.
Com o passar do tempo as abduções passaram a contactismo, e muito regular como se de uma ida ao hospital se tratasse, onde lhe era efectuado, uma espécie de exame geral ao corpo.
Agora o Sr. Francisco os chama da sua segunda família, devido ao seu contacto ganhou também alguns poderes psíquicos de adivinhação mental onde acaba por ajudar as pessoas com mais dificuldades e lhes dá um pouco de mais conforto.
Durante a noite antes do contacto o Sr. Francisco já os pressente e aguarda um sinal destes!
Ao receber o respectivo sinal, quando em casa já todos dormem profundamente este sai de casa e se desloca para o pinhal (MATA) frente á sua casa, ao chegar ao local encontra os seres que o aguardam e se cumprimentam telepaticamente.
A nave está por cima do pinhal com as luzes desligadas para não chamar a atenção dos curiosos.
Todos os animais e bichos se calam e é um silêncio absoluto total, depois de estarem juntos se encontram numa luz que é projectada para o solo que os eleva para o interior da nave, onde é levado para uma sala onde lhe efectuam alguns exames mobilizando o corpo e lhe perguntando telepaticamente se lhe está a doer alguma coisa!
Todo o seu acompanhamento é feito de uma forma amigável.
Os seres pelas suas descrições são parecido aos Zeta Greys e Híbridos muito parecidos aos humanos.
Chaga a ater mais que um contacto por noite pelos seres e híbridos.
Após o contacto e respectivos exames médicos o levam de regresso ao local inicial e ali se despedem amigavelmente.
Tudo é feito sem lhe apagar o que quer que seja da mente (memoria).
Quando sai da nave não encontra marcas ou vestígios de cortes no seu corpo!
Parece que utilizam um retardante onde as marcas só surgem muitas horas depois.
Com o passar dos anos a sua curiosidade por conhecer mais seres espaciais aumentou.
Certo dia o Sr. Francisco junto do seu irmão e dois amigos, resolveram fazer contactismo na esperança de conhecerem ou surgirem outras espécies!
Quando consegue um contacto, repara que os habituais seres o estariam a observar e teriam interferido na sua comunicação com outros seres, que se preparavam para efectuar o contacto.
De castigo os habituais seres o elevaram no ar, a poucos centímetros do solo e ralharam seriamente para não voltar a fazer o mesmo, pois é muito perigoso, porque com quem tinham comunicado, tinha más intenções.
Todos os seus encontros e exames, tem pausas dependentemente da sua cicatrização do encontro anterior.
Quanto mais rápidas as marcas desaparecerem, mais rápido serão os próximos encontros.
Ao longo dos anos tudo isto se tornou normal, á excepção de ter adquirido poderes psíquicos onde apaga das pessoas más recordações e lhes revela um pouco do passado e lhes revela um pouco do futuro!
Todos os seus poderes atingem o auge quando a sua segunda família está por perto ou durante a noite.
O muito difícil para o Sr. Francisco é ter que passar uma vida a esconder esta situação á sua esposa, que sofre de coração e aos seus filhos que ainda são um pouco novos para entenderem o fenômeno e ao que chama da sua segunda família.

Toda esta história é verídica e relatada de um desabafo da qual me foi transcrita e efectuado este trabalho.

Nuno Alves
Ufo_Portugal@yahoogrupos.com.br